O aniversário é meu, mas os parabéns são para vocês! Retrospectiva e Agradecimentos

No dia 23 de outubro de 1983, nascia uma pequena criança a beira da morte… respiração quase parada devido à uma crise asmática ocasionada por uma bronquite congênita, e que resolveu atacar justamente durante sua vinda para o mundo. Foram 2 anos de internações ocasionadas pela doença, remédios e mais remédios, injeções mil.. os pais desta criança foram verdadeiros heróis que através de muita luta e força de vontade conseguiram sabe-se como levar seu filho a CURA de tais males e o dar a oportunidade de lutar por seu lugar ao sol e provar ao mundo e a si mesmo que se esse fato foi superado, o que vier pela frente é moleza !

Prazer, essa criança que passou por isso é o mesmo que hoje escreve esta postagem no dia em que completa 26 anos de vida ! Perdoem os momentos emotivos e alegres que relatarei abaixo e que me farão rir e chorar ao mesmo tempo enquanto digito em meu velho teclado branco..

Muitos foram os desafios superados nesta vida: doença precoce, aprender a ler antes de entrar na escola (em casa com meu pai), enfrentar o preconceito de não poder pular uma série e se ver obrigado a provar a diretora do colégio que idade não prova capacidade.. é, tive que fazer prova pra pular o C.A., meus pais não conseguiam entender quando eu dizia: “Ah pai, num quero ir pra escola mais não.. tudo o que aquela tia ensina eu sei, num tem nada novo.. quero aprender o que não sei ainda! “.. daí vieram as zoações por sempre ser o caçula das turmas (sim, eu era o buxa q levava a culpa ! rsrs) e a motivação para pensar “Ah é? Vc vai ver do que eu sou capaz..” !

E durante toda a infância e adolescência foi assim, a motivação era mostrar para todos que quem persevera e se dedica chega a qualquer lugar, independente de raça, idade ou qualquer outro atributo apenas externo. Confesso que eu não gostava de estudar, mas ao sinal do primeiro desafio eu o usava como desculpa para o fazer.. (e hoje? Continue lendo..)

Durante a adolescência, veio aquele que sempre será o grande amor da minha vida e o local nostágico e mágico que transformou meu pensamento e modo de agir: o Colégio Pedro II !

Sabe todo aquele clima mágico que viamos na sessão da tarde das escolas americanas ? Pois é, isso existiu na minha vida, estando em um colégio que prezava pela cultura como instrumento de transformação social, e em uma sala em que 90% dos alunos se consideravam amigos ! (claro, existiam os grupinhos, os mais chegados, mas todos tinham trânsito livre para se meter nos outros.. rs). Foi ali que realmente aprendi dois preceitos que norteiam minha vida atual:

1 – Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.

2 – Seja a transformação que você quer ver no mundo.

Muitos ensinamentos mais vieram através de ótimos professores, os momentos de bagunça e traquinagem (sim, eu confesso, fui eu quem colocou Xarope de Guaraná na caixa d’água do colégio, só pra ver a reação dos outros alunos com a água preta saindo do bebedouro), o time de handball, o coral do colégio, as invencionices.. a célebre frase do amigo Felipe “Bagunça”: “Quer ser craque amigo? Então aguenta a pressão da torcida !”.. o retirante nordestino de ‘Vidas Secas’ que timidamente representei no teatro do colégio e que entrava chorando copiosamente na peça, mas não por dotes artísticos, mas chorando de verdade ao entrar no palco e imaginar o sofrimento que aquele literário personagem passava enquanto era encarnado na vida real por milhares de trabalhadores da seca nordestina as mesmas 10 horas da manhã..

No meio de tudo isso ainda tinham os esportes… aquela pequena criança de 5, 6 anos q odiava jogar futebol de salão no Flamengo (faltava habilidade e bons pulmões), mas que só ia para no final parar na beira do gramado e ver o Zico treinando faltas.. era impressionante, mágico e arrebatador o ver acertar 9 de 10 cobranças no treino lá na Gávea, e assim nasceu a paixão pelo Flamengo que tanto alegrou minha infância e até hoje só me trás alegrias ! Na mesma época, ganhei meu primeiro computador, um MSX.. não tinha HD nem monitor, era um cpu e um teclado, um leitor de fita K7 e um livro de Basic (linguagem de programação), que me despertou interesse em fazer a tela se mexer escrevendo uma baboseirinhas e me fez deixar o Atari de lado.. no mesmo Natal a televisão começou a tocar Jingle Bell depois de alguns minutos de programação (Sim, fui precursos da música eletrônica ! kkkk) naquela caixinha mágica ligada na tv de 14 polegadas.. alguns anos depois surgiu o AT, o XT, e os primeiros computadores montados (e queimados também, claro). Nascia ai o GugaAlves, o ser digital curioso que ficou esperando a hora de aflorar mais intensamente na vida do pequeno Gustavo..

Isso tudo em 17 anos de vida ! Calma ai q ainda tenho q falar de mais 9 anos !

Tá bom, tá bom, vamos resumir um pouco o resto pra chegar logo em 2009 ! rsrsrs.. eu me empolgo e escrevo um livro sobre qualquer assunto q eu tenha paixão, e é claro q eu me amo ! hehehehe

Veio o momento da decisão: VESTIBULAR ! “Ai meu Deus, o q fazer… Arquitetura ? Comunicação ? Jornalismo ? Ai Jisuis, e agora ? Ah, quer saber.. minha parada é computador mesmo, vou estudar essa tal de informática q nela eu acabo aprendendo alguma coisa, já me viro com ela e ganho meus trocados…”


Daí veio a faculdade de Análise de Sistemas e os 7 anos para a concluir.. calma, não foi malandragem não ! Demorei tanto por problemas de saúde na família e pausa para uma cirurgia importante que precisava fazer (é, operei os 2 maxilares, arranquei ciso e operei tb desvio de septo, devido a pequena má formação ocasionada por aquela bronquite citada no começo da vida e da postagem.. o pós-operatório dói só de pensar, 40 dias tomando sopa e sem conseguir sair da cama direito, cara inchada e por ai vai). Mas todo este tempo foi importante para ganhar maturidade e experiência profissional depois de diversos estágios 🙂

Neste mesmo período de faculdade conheci o Rotary Internacional e virei sócio do Rotaract Tijuca, em 2004.. um grupo de jovens voltados para o desenvolvimento profissional e da sociedade ao seu redor através do voluntariado.. lá fui secretário, tesoureiro, diretor de várias avenidas, presidente, vice-presidente.. diretor de internet daqui do RJ.. diretor de internet da conferencia nacional de Rotaract de 2010.. Participei de inúmeros projetos sociais Brasil a fora, conheci gente do mundo inteiro e pude ver várias visões de mundo, várias lições de vida.. que escola, que aprendizado.. e que grande celeiro de amigos, viagens ! Festas também claro, somos jovens e também gostamos de curtição !

Aliás, parabéns também Rotaract Tijuca, coincidentemente aniversariamos no mesmo dia 🙂

(Calma, agora cheguei em 2008 com o fim da faculdade, tá acabando..)

Em 2008, acaba a faculdade.. e agora, o que vou fazer da vida ? A veia musical, teatral e esportiva sempre me fizeram rejeitar o papel de programador nerd que se esconde atrás do PC.. quero criar, mas quero contato com o público. Acabei indo trabalhar no suporte de uma agência de mkt digital, me metendo no setor de Afiliação e aprendendo muito com os colegas, mas infelizmente a mesma não tem a cultura de valorizar seus funcionários e em um dos paredões mensais o demitido fui eu (Demitir todo mês sem dar justa causa ou explicação do pq é sacanagem, só não é pior do q o regime escravo submetido e o baixo salário ganho mesmo sendo responsável direto pelo funcionamento de 2 setores da mesma).. mas enfim, devo agradeçer a iniciação na área a tal agência q prefiro nem citar o nome, quem me conhece sabe de onde eu falo e sabe também que não tenho papas na língua para citar virtudes e defeitos, sejam de outros ou mesmo as minhas..

Tal situação motivou novo desafio:  tentar, com trabalho de formiguinha, virar referência em alguma coisa, pois o mercado é grande e tem espaço para todos !

Me isolei do resto do mundo para estudar Marketing Digital.. e veio Analytics, Adwords, Mídias Sociais, o aprofundamento maior em WordPress e o crescimento do antes tímido Tudo Para WordPress..

E É AQUI QUE COMEÇAM OS AGRADECIMENTOS !

Grande parte do conhecimento adquirido veio através não só das salas de aula e eventos, mas das redes sociais, este riquíssima fonte de conhecimento para aqueles que sabem escolher com calma aqueles a quem seguir.. aos poucos fui adicionando os feras do mercado, sejam gerentes, funcionários ou freelancers, para ver suas recomendações de matérias e visão única, fui sabendo dos eventos da área e me obriguei a me tornar presente em todos os eventos que eu pudesse estar presente.. Caramba, menos de um ano e quanta contribuição espontânea de todos.

Grande parte do crescimento profissional neste inesquecível vigésimo quinto ciclo recém completado veio por causa de vocês ! Se conquistei algo ou estou no caminha para conquistar, se hoje tenho uma visão legal do mercado e consigo o aplicar bem no trabalho e na vida, metade do mérito é de você, querido leitor, que contribui, que twittou alguma matéria legal.. que timidamente me parou em um evento e perguntou: “Você é o GugaAlves?” e me mostrou com este pequeno ato que o trabalho com Mídias Sociais vai muito além do online e que é preciso ser no mundo online o espelho do que se é no offline e sempre com ética e transparência !

Se hoje sou o Guga Alves, é pq vc contribuiu de alguma forma para este nome ficar marcado em mim e nos outros e fazer chegar ao ponto de eu nem mais atender quando me chamam de Gustavo (até meu email de trabalho e o dono da empresa q trabalho me chama de GugaAlves)..

É por isso que eu é quem devo  ter a humildade de encerrar este post e agradeçer a vcs ! Todos os 25 anos anteriores foram aniversários do Gustavo, mas hoje, 23 de outubro de 2009, é aniversário do GugaAlves, este ser emotivo, palhaço e que joga nas 11 e se precisar escala o time, apita e faz o scout do jogo e que hoje valoriza mais a formação que VOCÊS me deram em Mídias Sociais, Adwords, Analytics, etc, através das redes e encontros nos eventos, do que valorizar o diploma de uma faculdade, o título de algum cargo..

Muito prazer, Guga Alves, com muito orgulho.. orgulho de ter sido formado um pouco também por VOCÊ !

O que eu faço da vida ? Não sei definir… um pouco de tudo, contanto que seja desafiador ! O maior desafio até hoje? Volta lá pra cima e lê o primeiro parágrafo de novo.. depois dele, as pedras no caminho a gente chuta e supera !

Obrigado a todos pelo carinho neste 26° aniversário e obrigado a você por fazer da vida desta pessoa algo tão especial, única e feliz ! Se eu pudesse, eu é que daria um presente pra cada um de vocês !